domingo, 29 de agosto de 2010

O Último Baile do Império, de Aline Negosseki Teixeira



Título: O Último Baile do Império
Autor: Aline Negosseki Teixeira
Editora: Independente
Ano da Edição: 2009
Ano Original de Lançamento: 2009
Nº de Páginas: 132

Sobre o livro:
Angelina vive muito fechada na fazenda do pai. Desde que recusara-se a casar com um pretendente, arrumado pelo pai, há mais de dois anos, ela não saía da fazenda. E passava os dias monotonamente, à espera de aventuras e viagens. 
Foi então que o pai resolveu viajar, bem na época em que se daria o seu noivado - com o novo pretendente que o pai escolhera. O tio D. Manoel, veio então ficar com ela. E foi aí que sua vida melhorou. O tio resolveu levá-la em viajem, o que para ela era maravilhoso. 
Além da viagem, que já era aventura demais em tão pouco tempo, o misterioso mascarado que havia conversado com ela há dois anos reaparecera na sua vida, despertando uma paixão adormecida.
Agora restava saber como Angelina iria fazer para livrar-se do noivo indesejado e Como iria ela convencer o pai e o tio a deixá-la casar com o misterioso mascarado.
Ainda outros segredos, enterrados há muito tempo, rondam a vida da Sinhazinha, sem que ela mesma se dê conta.

O que eu achei do livro:
Para quem gosta de livros de amor, essa é uma boa pedida. No bom estilo amor impossível, os leitores são levados a torcer para que Angelina saiba logo de tudo o que está acontecendo e possa ser feliz. Mas as coisas não são tão simples e o livro é impermeado de mistérios que só serão revelados ao final.
É sempre difícil fazer uma resenha quando não nos identificamos muito com o livro. Infelizmente, esse foi o meu caso com esse livro. Primeiramente (e isso não é spoiler, pois fica claro desde sempre), não consegui engolir o fato de Angelina não reconhecer quem era o mascarado. Ela foi capaz de reconhecer que era a mesma pessoa que a interpelara há dois anos apenas pelos olhos que ficavam de fora da máscara. Entretanto, quando o viu em pessoa, não foi capaz de reconhecer esses mesmos olhos e nem ao menos a voz. Existe sim alguns motivos para isso, mas eu não gostei muito.
Além disso, eu também não gostei muito de Augusto, que era um homem um pouquinho sem escrúpulos. Que enganou a mulher que ele amava por nada. Ok, desculpe-me. Existem sim motivos, mas eu que não consegui, mais uma vez, encará-los muito bem.
Tirando esses dois fatos (ela não reconhecer o mascarado sem máscara e a idoneidade de Augusto) o livro conta uma história de romance bem interessante, que se passa na época do Império. Na verdade, o livro passa-se no final da Monarquia, no último ano antes do país tornar-se uma república.
Eu também gostei bastante da protagonista, Angelina, e da forma como a autora a desenvolveu. Ela é uma menina ingênua e isso transparece em cada momento do livro, desde seus passeio, que ela aproveitava muito por ser, praticamente, a primeira vez que saía da fazenda depois de muitos anos, até a vontade de apreciar pratos diferentes, já que ela comera, até então, apenas comidas típicas da fazenda onde vivera toda sua vida. É possível sentir todas as dúvidas que ela tem e todo o carinho que ela tem pela Edye, a mulher que cuidou dela desde criança.
Enfim, o livro deslizou em alguns pontos, na minha opinião, mas ainda assim consegue ter uma boa história. Para quem gosta de romances sobre paixão, mistérios e intrigas, esse livro é muito indicado. Sem contar que o final é simplesmente surpreendente (ao menos para a lerda da Nanie foi totalmente impossível de adiantar).

Nota: 




Dificuldade de Leitura: 

7 comentários:

  1. Parece ser bem interessante! Gosto bastante desse Romantismo do passado!

    ResponderExcluir
  2. Nanie, adoro livros romances históricos!!! Esse parece bem legal, do jeito q eu gosto!!!

    ResponderExcluir
  3. Adoro romances históricos [2] hehe
    Quero ler!! ^^
    Parabens pela resenha ta ótima..
    (aff... não consigo estar entre os top comentáristas...ta dando desespero ja!! ahhaha)

    ResponderExcluir
  4. Que bom que gostaram da resenha ^^ É um romance histórico bem interessante ;) Uma das coisas mais legais é que ele se passa no Brasil =D
    Tyele, é porque antes você comentava como Ty e agora comenta como Tyele... acho que o Gadget conta pelo nome... por isso que o seu não está ali, porque acabou ficando dividido >.<

    ResponderExcluir
  5. Foi uma surpresa encontrar este livro por aqui. Tenho o livro na Biblioteca Pública e conheço a Aline pessoalmente, ela é um amor. Sempre colabora nos eventos e lançou recentemente um livro de Haicai infantil que é o máximo.
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  6. MoniqueMar, a Aline é uma excelente escritora! Espero ainda poder ler outros livros da autora ^^

    ResponderExcluir

Bem-vindo ao Nanie's World. Ler seu comentário é a parte mais bacana de ter um blog!
Leia os Termos de Uso e não insira links nos seus comentários!
Fale, fale, fale! Respondo sempre :)

 
♥ ♥ ♥
Nanie's World © Copyright 2013.
Layout do blog por Nanie Dias - uma modificação da base gratuita Gabi Melo
A reprodução desse template é proibida!
♥ ♥ ♥